Ser mais um na multidão não é meu objetivo. Eu nasci para fazer a diferença.

A partir de hoje, sempre que você fraquejar, lembre-se de duas coisas:

1) É PROIBIDO DESISTIR
2) PERSISTÊNCIA FOI A ÚNICA OPÇÃO DOS QUE VENCERAM

Sabe aquele clichê “respira fundo e segue em frente”? Pois tem um sentido neurológico para isso, e mesmo não sendo um especialista na área, eu li alguns livros, fiz outras pesquisas e descobri que funciona assim:

Quando nos estressamos, o cérebro aumenta a demanda por oxigênio e gasta mais energia. Por isso respiramos mais rápido, bem curto, usando o tórax ao invés da barriga, reduzindo, assim, a capacidade respiratória em até 70%.

O oxigênio é para o sistema nervoso, o mesmo que a gasolina para os carros. Embora represente apenas 2% da nossa massa corporal, o cérebro utiliza de 20% do oxigênio do organismo. Quando você respira fundo enchendo o tórax e o abdome, vagarosamente, o fluxo sanguíneo e os níveis de oxigênio no cérebro aumentam, a postura corporal se recompõe e agora o cérebro oxigenado passa a reagir mais positivamente.

Da mesma forma, quando estamos irritados, a respiração será curta, a postura tensa fará com que os músculos estejam contraídos e nossos pulmões pressionados, sem espaço para expandir. Assim, não estaremos recebendo oxigênio suficiente no nosso cérebro.

Não se assuste se sentir uma leve tontura, é um efeito do cérebro recebendo uma carga grande de oxigênio.

Além disso, um efeito colateral da respiração profunda é a quebra de qualquer pensamento / preocupação anterior ao exercício, possibilitando mudar o estado mental de modo rápido e fácil, focando na solução, não no problema.

Esse exercício é mágico para os momentos difíceis do dia onde as coisas parecem ir mau e os pensamentos ruins brotam como erva daninha na mente.

Praticar meditação por 10 minutos diariamente também ajuda a manter o cérebro oxigenado e centrado no que realmente importa. Existe um aplicativo muito bom (em inglês) que eu tenho usado diariamente como auxiliar, se chama “Headspace”.

Segundo o criador, um ex-monge budista (atualmente um ex-monge budista milionário), praticar a meditação é como exercitar um músculo – não importa quanto tempo você o faz em cada sessão, desde que seja frequente e constante, e no final, torna-se um hábito – e eu me sinto muito mais tranquilo para resolver as dificuldades do dia.

Hoje eu quero que você tome uma decisão: não ser mais apenas um no mundo, e a partir de agora, dar o teu melhor em TUDO o que você fizer. Buscar não ser O MELHOR, mas ser MELHOR do que foi ONTEM, e assim, de fato fazer a diferença, sem se guiar pelo EGO, mas pelo esforço e pelo próprio resultado.

Penso que o mundo precisa de líderes que inspiram e pensam no desenvolvimento do coletivo, sem a “barreira” do crescimento apenas para ser melhor do que o outro – mas sim, no crescimento pessoal pela curiosidade de ser mais, de ter mais performance, de viver melhor e com mais qualidade de vida. Eu percebo que o mundo está se direcionando para este lado com cada vez mais velocidade, e talvez seja um caminho mais justo, com menos inveja e mais cooperação.

BOA SEXTA!!!

#saiDaMedia

Quer transformar tua vida?
Receba as próximas atualizações direto teu e-mail, e participe gratuitamente de sorteios semanais de livros. ?? LIVRE DE SPAM.

Comentarios

Leia o post anterior:
Os guerreiros vitoriosos vencem antes de ir para a guerra. Os derrotados vão para a guerra e só então procuram a vitória.

"A habilidade de alcançar a vitória mudando e adaptando-se de acordo com o inimigo é chamada de genialidade." ~ Sun...

Fechar
rsl2016mmi