Se você quer ficar rico, não fale sobre a pobreza. Dê importância para o que cresce!

Se você quer ficar rico, não fale sobre a pobreza. Dê importância para o que cresce!

A meta é SER RICO, e não aparentar TER.

Imagine-se naquele dia quando você finalmente acorda e reflete consigo mesmo… “EU FIZ ISSO”, aquele dia quando você puder dizer “EU NUNCA DESISTI, EU FUI FORTE”, o dia em que os momentos de dor do passado se transformaram em memórias de vitória sobre tudo o que você alcançou, memórias da felicidade estampada no rosto das pessoas que você impactou. Pode até ter levado um looooooongo tempo para chegar nesse dia, mas assim que você chega lá, é eternamente grato a si mesmo por ter PERSISTIDO nas mudanças que foram necessárias, pelo resto da tua vida.

Às vezes temos tudo na mão: a faca, o queijo, os pensamentos positivos de que vai dar certo, mas o foco está no pode dar errado. E dá errado. Ufah, afinal você já previa isso, então parabéns!

Tem uma frase bem batida que é “aquilo que você foca, aumenta”. A frase por si só é uma redundância, mas acho que ela fica melhor assim: “aquilo que você dá Z? M, aumenta”. Literalmente, na fotografia, na física, aquilo que você dá zoom, aumenta, IGNORANDO o restante que fazia parte do cenário.

Você já notou que quando temos algo que nos diferencia dos outros, passamos a ver “vários” desse algo na rua? Isso acontece por que essa coisa (que pode ser um celular, uma moto, um carro, um caminhão ou uma gravidez), acaba ficando em evidência para o nosso cérebro, que passa a buscar freneticamente por essa coisa, mesmo em modo automático.

Alguns físicos quânticos dizem que entramos na sintonia energética daquela coisa, e não que passemos a atraí-la, mas passamos a vê-la com maior frequência no nosso dia a dia.

Sabe aquele amigo, amiga ou aquele parente que sabe das últimas tragédias? O último atropelamento, quantos assassinatos tiveram no bairro no último ano, enfim, tudo que de ruim acontece, essa pessoa sabe e é a primeira a noticiar? Como é a vida dessa pessoa? Uma tragédia? Verdade da aplicação do foco/zoom ou mera coincidência?

Aí você leu alguns sites e resolveu fazer algumas mentalizações positivas na sua vida. Mas passa vendo defeito na vida dos outros e criticando as coisas que te aparecem. Cadê a congruência? De que adianta ficar mentalizando mensagens positivas, se no dia a dia, você só vê o lado ruim? Ah, mas onde eu moro é muito violento e no jornal só mostra sangue, na novela só tem traição e sacanagem… Ok, ok, ok… você precisa escolher agora o que vai fazer da sua vida:

A) Vai praticar a congruência e procurar ver apenas o lado positivo das pessoas, coisas e fatos (mesmo que seja aquele 1%), se policiando para não abrir a boca para falar coisas improdutivas, fofocas ou que possam causar prejudicar outra pessoa. E assim, de fato, mudar a tua vida para melhor, simplesmente… abrindo menos a boca.

B) Vai parar de fazer as mentalizações positivas, afinal, nada vai mudar, então pra que continuar né?

Congruência é a palavra-chave… o que você pensa, tem que fazer sentido com o que você FALA, e a sua FALA tem que fazer sentido com o que você expressa.

Já viu aquelas pessoas que falam rindo “estou sem dinheiro”? Afinal, o que tem de engraçado em uma coisa ruim como essa? Sabe o que acontece quando você fala uma situação ruim, com cara de felicidade? O cérebro registra que isso te faz FELIZ!

Entende que a congruência precisa estar em todos os níveis? PENSAMENTO, SENTIMENTO, AÇÕES e CARETAS. Isso vai determinar os teus resultados.

Resumindo, não basta praticar “pensamento positivo”. Precisa ser congruente.

“Ah, mas eu estou quebrado”. Vamos corrigir isso: você não está quebrado, está “reestruturando suas finanças”. Procure a partir de hoje, falar TUDO de modo positivo, e a tua vida vai melhorar em um estralar de dedos. E se for preciso dar uma informação ruim, não ria. Use o riso apenas para as coisas engraçadas, ou para as atividades que você quer reforçar que são boas, por exemplo, a academia… pode parecer meio bizarro, mas funciona. Tem um vídeo da Amy Cuddy no Youtube sobre isso (a conexão entre o que você sente e o que você expressa, e a possibilidade de mudar um ou outro, como um canal duplo – se você quer mudar o que sente, mude o que está expressando.

E se quer comunicar ao cérebro que algo é RUIM, faça a expressão compatível. Se quer comunicar ao seu cérebro para que ele te ajude a repetir alguns hábitos mais facilmente, comunique ALEGRIA. Com o passar do tempo, além de se transformar em um hábito bom, vai lhe gerar alegria também.

Ser RICO é ter RIQUEZA SEM LIMITES.
Ter RIQUEZA é viver a plenitude do que somos capazes.

#saiDaMedia

BOA SEMANA!

Quer transformar tua vida?
Receba as próximas atualizações direto teu e-mail, e participe gratuitamente de sorteios semanais de livros. ?? LIVRE DE SPAM.

Comentarios

Leia o post anterior:
Está mais do que na hora de você se tornar tudo aquilo que disse que seria

O momento em que você pensar em desistir, é exatamente o momento em que você deve continuar. Quando você começa...

Fechar
rsl2016mmi