Descobri a formula da felicidade. Começa assim: o que você quer fazer na vida?

A vida fica muito mais fácil se tivermos um GRANDE POR QUE. Você tem mais motivos para levantar às 5 da manhã, para estudar, planejar, executar e atingir metas e para ter um alvo, um objetivo para onde você vai olhar e esquecer todo o resto quando as coisas não estiverem tão boas quanto você esperava. Por que mesmo as pessoas de sucesso também tem “aqueles dias”, onde as coisas não funcionam, acidentes acontecem e um quase desânimo tenta se estabelecer. Sim ou sim? Sim! E como eu sei disso? Eu sei por que já passei por isso – e supero, por que mantenho o foco no meu objetivo.

Essa é a importância de estabelecer uma missão de vida, um grande por que: ter onde apoiar-se durante as dificuldades dos dias ruins, continuando a mover-se em direção ao objetivo, com foco e obstinação, 110% comprometido com o resultado. Por que a cada dia em que você cumpre os compromissos assumidos, mais forte é a força da tua palavra. 

Um dos problemas comuns que vejo no dia a dia são as pessoas que não sabem o que querem da vida. Já perdi as contas das pessoas que conheci em entrevistas, cursos, treinamentos e festas – que estão perdidas. E às vezes nem sabem disso. O que vier, elas aceitam – reclamam da vida, do emprego anterior, mas aceitam qualquer coisa. Essas pessoas não sabem que devem escolher um objetivo de vida – ou tem muitas paixões para escolher, quer se trate de empreender no emprego atual, se desenvolver para um cargo superior, investir em empreendedorismo paralelo, montando um negócio nas horas vagas, ou fazer cinema, teatro, escrever um livro, virar músico, ser um coach de desenvolvimento pessoal, ou tudo isso junto e misturado.

Você sabe que é impossível fazer tudo isso ao mesmo tempo, e espera ser bem sucedido em todos eles. Mas se um dia, você precisasse escolher apenas UMA coisa para apostar todas as tuas fichas? O ALL IN do Poker? O que você escolheria?

  • Aqui cabe salientar que existem atividades temporárias, os MEIOS que justificam os FINS, ou seja, um treinamento, um curso, uma atividade que irá fortalecer uma característica que você identificou que será necessária você trabalhar para alcançar o objetivo. Tenha em mente que esta é uma atividade temporária e não faça dela, mais um objetivo de vida. 

Nas últimas semanas li diversas histórias de bilionários bem sucedidos (afinal eles continuam sendo bilionários) – todos os self-made (que não herdaram a fortuna dos pais) começaram com um único negócio: Sam Walton (Wallmart), Mark Zuckerberg (Facebook), Fred DeLuca (Subway), Amancio Ortega (Zara), Bill Gates (Microsoft), Steve Jobs (Apple). Um negócio que recebia todo o foco, toda a atenção, toda a energia. Mesmo Steve Jobs, quando retornou para a Apple, acabou por fazer a Apple adquirir a empresa que havia montado durante o “exílio”, a NeXT Computer. T. Harv Eker, autor do Os Segredos da Mente Milionária fala que só começou a ganhar dinheiro de verdade, quando colocou todas as suas fichas no negócio de venda de equipamentos de Fitness no Canadá, fazendo um compromisso de que não iria deixar o negócio até que estivesse totalmente falido ou ficasse milionário. Por que isso? Por que ele viu que ao ter mais de um negócio ao mesmo tempo, acabava dividindo a energia entre mais de uma coisa, acabando por não ter sucesso em nenhum!

Eu mesmo incorri neste erro recentemente ao tentar diversificar minhas atividades empresariais, precisando me dedicar a atividades em áreas afins, mas distintas, em localidades diferentes inclusive – mas em virtude da sinergia existente entre os negócios, estou finalizando a fusão das empresas, que resultará em um colosso com mais de 240 funcionários e crescimento anual orgânico de 30% em plena crise!

Benjamin Disraeli, primeiro-ministro britânico do século 19, disse uma vez: “O homem só é grande quando age com paixão”. Paixão com foco, uma mistura explosiva para o sucesso. E aqui vão cinco idéias para ajudá-lo a se descobrir e agir com paixão:

1 – Volte à infância

Quando você era criança, lembra o que gostaria de fazer no futuro? Do que você brincava? O que você seria quando viesse a se tornar adulto? Rob Levit, palestrante, consultor de empresas e treinador especializado em criatividade observa que “é incrível como, desconectados, voltamo-nos para as coisas que nos trouxeram mais alegria em favor do que é mais prático”. Em outras palavras, as brincadeiras nos fazem aflorar o que há de mais puro em nosso ser, mesmo quando adultos. Da tua infância, o que você pode trazer para a atualidade e adicionar à tua vida agora? Como essas experiências passadas poderiam moldar as tuas escolhas de vida hoje?

O que você se tornou hoje, é de algum modo relacionado com o que você esperava ser? Você sente que essa é a tua paixão?

Levit sugere fazer uma lista de todas as coisas que você lembra de ter tido prazer de fazer quando criança. Que coisas você faria hoje? Frank Lloyd Wright, por exemplo, o maior arquiteto dos Estados Unidos, brincou com blocos de madeira durante toda a infância. 

2 – Faça um quadro da visão

Pegue uma folha A3 e escreva no centro: “Novos Negócios”. Crie uma montagem de imagens, frases e outras inspirações, sugere Michael Michalko, autor de livros e especialista em criatividade.

“A idéia por trás disso é que, quando você se cercar das imagens da tua intenção – que você pretende se tornar ou o que você deseja criar – a tua consciência e a tua paixão vão crescer”, diz Michalko – ou você vai ter total certeza de que é aquilo que você não quer naquele momento.

Como sua placa evolui e se torna mais focada, você vai começar a reconhecer o que está faltando e imaginar maneiras de preencher os espaços em branco e perceber a sua visão.

3 – Liste pessoas de sucesso

Você não precisa reinventar a roda. Estude as pessoas que foram bem sucedidos na área que pretende atuar. Copie elas. Estude-as, descubra o que elas fizeram e o que fazem para se manter no topo: o que comem, que perfumem utilizam, como se vestem, o que falam que livros escreveram… Se possível, tente entrevistá-las, participe de eventos e palestras com elas, faça perguntas inteligentes, obtenha a atenção delas e absorva cada palavra. O objetivo não é clonar, mas seguir o rastro do sucesso, afinal o sucesso deixa pistas…

4 – Agir: Coloque a tua paixão em prática, mesmo sem um modelo de negócios

Muitas pessoas esperam até que tenham um extenso plano de negócios desenvolvido e testado teoricamente. Ou ainda, um modelo de negócios validado, além de investidores anjo para colocarem dinheiro na idéia – e suas idéias nunca verão a luz do dia – de acordo com Cath Duncan, Canadense especialista em criatividade.

Cath recomenda fazer o que você gosta – mesmo se você ainda não descobriu como ganhar dinheiro com a idéia. Comece, faça um MVP (produto mínimo viável – ou seja, um protótipo que possa ser a base da tua idéia), teste, construa sua rede de negócios e peça feedback que irá ajudá-lo a desenvolver e aperfeiçoar um modelo de negócios.

Essa é uma maneira de você obter depoimentos que ajudarão a lançar o seu negócio quando você estiver pronto para torná-lo oficial, além de que a alegria de ver a diferença que a tua contribuição faz para a humanidade, vai alimentar ainda mais a tua criatividade – finaliza Cath.

5 – Pare. Descanse.

Quando você está pilhado na construção do teu objetivo, seja estudando, criando ou promovendo, não vai querer parar. Sair no final de semana com a namorada, a esposa ou os filhos pode soar desconfortável para com o teu compromisso de atingir o objetivo determinado, mas a mente, às vezes precisa de um descanso. Esse descanso pode ser escrever uma poesia, uma história, uma pintura, correr, andar de bicicleta, um cinema e até mesmo arrumar o jardim.

Levit sugere que depois de tirar umas férias mentais, você cultive um diário, onde vai anotar todas as idéias que vierem à mente depois do descanso mental.

“Você vai se surpreender com o quão refrescantes suas idéias são”, diz ele. “Olhar para coisas bonitas como arte e natureza,  cria conexões que muitas vezes negligenciamos”, conclui Levit.

Empreendedorismo, Paixão e Sucesso

Todo o empreendedor provavelmente já ouviu conselho para fazer algo que ele ama ou que ele sente-se apaixonado.

Este conselho tem mérito, como a paixão sobre uma idéia ou produto pode realmente ajudar a conduzir uma pessoa a ter sucesso. E se você não acredita em uma ideia ou se não preocupa com o seu sucesso, é mais difícil superar os desafios e cair em  resultados ruins.

Mas nem sempre é fácil de encontrar um nicho excitante ou divertido que seja prático para fins comerciais. Se você está pensando em começar um negócio ou simplesmente quer se sentir mais apaixonado por seu trabalho atual, estabeleça metas e realinhe suas perspectivas para obter novos hábitos positivos.

1. Encontrar um nicho

Trabalhar em algo divertido e interessante é o que muitas pessoas aspiram a fazer. Mas identificar um nicho de interesse especial é uma luta para algumas pessoas. Ao invés de focar em transformar um hobby em um negócio, seja criativo: pense como as suas habilidades únicas ou interesses podem se transformar em um negócio.

Por exemplo, alguém apaixonado pelo meio-ambiente, essa pessoa poderia começar um serviço de consultoria ou marketing verde. Uma paixão por exercícios poderia ser aplicada em formação pessoal, varejo de aparelhos fitness ou consultoria para saúde corporativa.

Debater sobre maneiras de melhorar ou modificar um serviço, adicionar um ponto único de valor para um setor existente ou atender uma necessidade não atendida, enfim, deixe a sua criatividade fluir.

2. Estabeleça metas e recompensas

Não importa que tipo de trabalho que alguém faz, a sua motivação pode ser reforçada através da criação de um objetivo. Sem a definição de objetivos, é como se a pessoa estivesse simplesmente à toa, sem rumo. Metas associadas à recompensas tende a  ser ainda mais poderoso.

A capacidade de definir metas de curto prazo e de longo prazo é uma habilidade importante para qualquer um que se esforça para ter sucesso. Atingir um determinado alvo traz um sentimento de realização. O combustível paixão, mexe com a emoção positiva e incentiva o fluxo de novas ideias e mais energia.

Metas de curto prazo devem ser específicas e focadas no que um indivíduo quer realizar hoje ou esta semana. Elas podem envolver desde fazer progressos em um projeto, atingindo um valor de vendas específico ou aumento de carteira de clientes. Metas de longo prazo deve ser fixadas com objetivo nos próximos meses ou anos: elas podem incluir um plano para o crescimento, o desenvolvimento de um produto ou atingir outro nível de produto e crescimento.

Definir metas de vendas, nível de atendimento ao cliente e produtividade é útil para inspirar a paixão das pessoas para trabalhar mais entusiasmadas com as tarefas do dia a dia.

Saber que o esforço poderá trazer uma recompensa visível, pode fazer o trabalho ser ainda mais emocionante – apesar que as tarefas não precisam necessariamente de uma recompensa para obterem maior engajamento das pessoas.

Tente realizar as tarefas por diversão. Manter metas de curto prazo realistas e assegurar o comprometimento, ajuda a inspirar motivação. Torne as metas um jogo, por exemplo, o atingimento de um grupo de metas levará o time a “subir de nível”, que abre a possibilidade de uma recompensa específica. Metas de curto prazo podem ser atreladas a um jantar ou uma atividade fora do ambiente de trabalho, enquanto realizações maiores pode ser reconhecidas com um período de folga remunerada. Qulquer recompensa conduz a mais motivação e gratificação.

3. Mude de perspectiva

Atitude positiva é talvez o fator mais importante na manutenção da paixão por uma atividade. Manter uma visão negativa ou permanecer preso em uma visão pessimista, coloca um peso morto sobre a motivação. Esses padrões podem até mesmo acabar com uma grande ideia de negócio ou simplesmente criar um ambiente de trabalho tóxico.

Pense no que você é melhor – não no que lhe falta, especialmente quando fizer o lançamento de um novo negócio. Concentre-se em seus objetivos finais, não em todos os pequenos passos que você deve tomar para chegar lá.

Quando se sentir desgastado, reserve um tempo para você mesmo longe do local de trabalho. Tente analisar os seus problemas do ponto de vista de outra pessoa.

Comprometimento

Então, se você tem muitas paixões, com qual delas você vai se comprometer? Ou você vair ir atrás da que paga as tuas contas?

Comprometa-se com algo que você está apaixonado agora mesmo! O maior problema em não saber qual caminho tomar é que a maioria das pessoas fazem a pergunta: “O que devo fazer?” – e fazem disso a decisão da vida, pois você pensa que precisa tomar uma decisão para a vida inteira. Mas não precisa.

Não entre no drama. Essa não é uma decisão única para a tua vida. Em outras palavras, escolha e se comprometer com alguma coisa agora, mas não se case com essa escolha pela eternidade. Dê-lhe alguns anos e, se não funcionar, tente outra paixão!  Melhor ainda, faça uma de cada vez e tenha sucesso em cada uma delas – ou pelo menos tente, uma de cada vez.

Eu, por exemplo, passei os últimos 15 anos focado em construir uma empresa que durasse mais de 100 anos, assim como a GE e outras corporações centenárias. E continuo com este objetivo, mas tenho ciência de que tenho alguns anos para terminar de construir a base para passar o bastão para o próximo CEO, que irá continuar o que comecei, para que eu possa me dedicar à minha nova paixão: o desenvolvimento pessoal. E o desenvolvimento pessoal hoje faz parte do meu trabalho também, logo, é um MEIO para um FIM que eu consigo aproveitar dentro do meu trabalho atual. É isso que eu gostaria de sintetizar: a menos que você não goste do que faz hoje, pode aliar a paixão ao trabalho atual, gerando melhores resultados, até que em dado momento, você se sente seguro para seguir apenas com a paixão.

Se eu tivesse simplesmente largado minha posição atual para me dedicar à minha paixão, talvez não pudesse auxiliar a empresa onde trabalho a atingir mais facilmente o objetivo de formar uma base sólida com um time altamente engajado no crescimento pessoal e profissional, que certamente vai ultrapassar os 100 anos de existência.

Um último conselho que aprendi recentemente: trabalhe com paixão, mas analise as variáveis do seu negócio ou da sua área com desapego. A paixão pode dar energia para crescer, mas também pode cegar perante problemas sérios, gerando vazamentos que podem levar o navio a afundar.

Paixão x Obsessão

As pessoas comuns que encontram o sucesso, seguem suas obsessõesMichael Moritz, bilionário e presidente da Sequoia Capital (investidor no Google, Yahoo, PayPal e Airbnb), prefere a palavra “obsessão” como uma maneira de descrever uma qualidade essencial compartilhada por empresários mais bem sucedidos do mundo.

No livro de sua co-autoria, Guiar, Moritz descreve as pessoas que fazem coisas extraordinárias: “se é para um clube de futebol ou para a criação e construção de um negócio, tendem a ser obcecados com o que eles estão trabalhando. O problema que tenho com a palavra “paixão” é que você precisa estar pulando e gritando com entusiasmo e cheio de emoção. Mas o que as pessoas estão realmente fazendo é ser completamente cativado por uma obsessão sem a qual eles simplesmente não podem imaginar a realização de sua vida”.

A obsessão é chave para superar os contratempos inevitáveis e frustração que vem com o empreendedorismo. A paixão é necessária, mas não é suficiente. Encontrar a sua paixão é um ingrediente chave para o sucesso, mas entregar-se à sua obsessão é a chave para o lançamento de um produto lendário ou uma empresa centenária.

Paixão x Dinheiro

As pessoas às vezes confundem paixão com ser feliz e bem remunerado pelo trabalho. Imagine que você está em uma auto-estrada, ou uma via expressa, seja lá como você chama no seu estado. E você sabe que em vias expressas, as saídas ocorrem em intervalos de distância de vários Km uma da outra.

Se você tem certeza de onde quer ir, você anda na pista rápida (da esquerda) ou na pista lenta (da direita), procurando pela próxima saída para não perdê-la e ter que fazer um retorno maior ainda? Se você tem clareza e engajamento pelo teu objetivo, você dirige na pista rápida, é claro. 

Se você estiver dirigindo na pista lenta, esperando pela próxima saída, é porque você não tem certeza de quando a saída aparecerá e você não quer perdê-la, certo? Quando você está em um negócio ou um emprego onde você não tem muito interesse, que não combina com você, e você está fazendo isso apenas para ganhar dinheiro, sem paixão, sabe o que acontece? Você vai estar sempre inconscientemente andando na pista lenta à procura da próxima saída (ou a próxima entrevista). Inconscientemente você vai estar pensando: “Como posso sair daqui? Eu não estou feliz.”

Que resultado você vai ter? Os piores do teu time. Mesmo se você pensar que está buscando crescer para ganhar mais dinheiro, você realmente não vai ganhar mais dinheiro, porque você não vai executar o seu melhor, porque você vai estar dirigindo na pista lenta.

É melhor estar em algo que você tem paixão, algo que você tem real interesse, algo que está desenvolvendo seus pontos fortes e talentos pessoais, porque pelo menos você vai estar na pista rápida.

Seja empreendendo ou em um emprego em uma empresa que você admira, você só vai produzir o teu melhor nas áreas que estão em sintonia com o teu espírito, coração, paixão, dons e pontos fortes – se quiser ser verdadeiramente bem sucedido.

Qualquer coisa que você faça apenas pelo dinheiro, sem estar intimamente conectado com aquilo, você vai estar  inconscientemente à procura de uma saída, você vai executar mal, e você vai ser infeliz. E pobre.

Você conhece alguém bem sucedido e que não goste do que faz? Se sim, essa pessoa realmente tem sucesso?

Revisão

1. Estabeleça um objetivo de vida

2. Um objetivo pelo qual você tenha paixão

3. Busque conhecimento, estude e foque no objetivo até dar certo. Tenha obsessão pelo sucesso

4. Seja feliz

5. Fique rico ou tente outro objetivo e volte para (2)

6. Tente outro objetivo e volte para (2)

PS: (5) às vezes a idéia é boa, mas o timing está errado. Bata mais forte no objetivo ou comece denovo, em outro objetivo.

Quer transformar tua vida?
Receba as próximas atualizações direto teu e-mail, e participe gratuitamente de sorteios semanais de livros. ?? LIVRE DE SPAM.

Comentarios

Mais em Abundancia, Formula da Felicidade, O que fazer na vida, Paixao, Paixao Obsessao
Quer ser um especialista? Esqueça essa babaquice de praticar por 10 mil horas

Leio vários livros e artigos de diversos autores, tanto para o meu aprimoramento pessoal quanto para ter assunto para escrever...

Fechar
rsl2016mmi