Não permita que um minuto ruim estrague 23 horas e 59 minutos

Albert Einstein uma vez fez uma declaração sobre crises: “Não pretendemos que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar superado.

Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que às soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise, não há desafios. Sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro, acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”

Eu não gosto de falar de “crise” ou assuntos correlatos, mas hoje eu preciso. Por que mesmo depois de ver a economia mudando, novas empresas e lojas abrindo, ainda tem gente que fala na famosa “crise”… na crise que foi criada pela imprensa, por que para muitos, não existiu.

E se não existiu para muitos, é por que estes vivem em outro mundo. No mundo do aprendizado contínuo, da criatividade, por que estes estão sempre se reinventando, haja crise ou não. Seja você um eterno aprendedor, alguém que não segue o caminho que comum, que tenta outras estradas, que talvez possam ser mais penosas, ou podem ser atalhos. E existem diversas dessas estradas que já foram descobertas, mas as pessoas medianas insistem em seguir a manada.

Sai da manada, pensa fora da caixa, cria novas maneiras de fazer o que já é feito, e você vai estar se blindando contra qualquer “crise” que exista no mundo e também contra as pessoas que atraem a crise para as suas vidas, falando sobre ela, vivendo ela, sofrendo com ela.

O Einstein diz que “calar-se sobre ela é exaltar o conformismo”. Por muito tempo, eu escolhi me calar, não por conformismo, mas para não dar força. Eu escolhi olhar o lado que cresce continuamente, por que tem um mindset focado em crescer, aprender, fazer diferente, inovar. Eu escolhi sair de perto das pessoas que falam de crise, violência e acidentes. Não por conformismo, mas para não vibrar na mesma energia que elas, pois eu tenho sonhos e projetos grandiosos para empreender ainda, e esse tipo de energia não vai me agregar em nada ao que eu preciso aprender para ser quem eu quero ser.

E se você leu até aqui, eu acredito que você também concorda que falar mais da crise, só dá força para ela, e falar de idéias, de soluções, é o que há de melhor para promover um REAL CRESCIMENTO SUSTENTAVELMENTE CONTÍNUO. Pessoal, profissional e familiar.

#saiDaMedia

#HardWorkWeekend

Quer transformar tua vida?
Receba as próximas atualizações direto teu e-mail, e participe gratuitamente de sorteios semanais de livros. ?? LIVRE DE SPAM.

Comentarios

Leia o post anterior:
Grandes líderes não buscam o poder. Eles respondem às necessidades.

Um líder é alguém que tem uma visão ampla e expandida da situação em que ele vive. Ele vê o...

Fechar
rsl2016mmi